Qualquer gordo tem Blog

04/08/2009

Eu quero morrer “pretis”…

E agora, como castiguis, Você vai morrezis! Vai empirulitar do mundis!

E agora, como castiguis, Você vai morrezis! Vai empirulitar do mundis!

Semana passada,  Danilo Gentili fez a seguinte postagem no twitter (serviço de microblog que existe na internet) “WhiteAgora no TeleCine KingKong, um macaco q depois q vai p/ cidade e fica famoso pega 1 loira. Quem ele acha q e? Jogador de futebol?” Imediatamente choveram acusações de racismo as quais Danilo respondeu assim: “Alguem pode me dar 1 explicacao razoavel pq posso chamar gay de veado, gordo de baleia, branco de lagartixa mas nunca um negro de macaco?” Em sua defesa Danilo também afirmou que “O politicamente correto está deixando as pessoas mais idiotas”. Uns dizem que ele só disse isso com medo dos processos. Outros dizem que foi medo da concorência.

Cacildis!

Cacildis!

Também na semana passada, fez 15 anos que Mussum nos deixou. Para quem não sabe (e eu também não sabia) “mussum” é uma enguia preta e sem escamas. Quem colocou esse apelido em Antônio Carlos Bernardes Gomes foi o Grande Otelo(Negro!), numa época “pré-Trapalhões” em que ambos trabalhavam na Globo, depois que o primeiro revelou que este em vez de decorar o texto escondeu o dentro de um livro. “Quer dizer que um negro pode chamar o outro negro de mussum, de macaco ou coisa pior”?

Em Borat, o personagem principal faz inúmeras manifestações anti-semitas (destaque para a “corrida do judeu”), sendo que seu intérprete, Sacha Baron Cohen, é judeu. “Então um judeu pode fazer piadas com outros judeus?” Não é esse o caso, pois também faz graça com os negros, os gays, as mulheres, sem contar as apologias à pedofilia e ao incesto. Contudo, a intenção de Sacha era desmascarar o “politicamente correto” dos americanos e mostrar o quanto eles são tão preconceituosos quanto o repórter cazaque.Não que o humor “politicamente incorreto” só deva ser usado com fins ideológicos. Ele só deve ser engraçado.

Já no caso do Danilo ele só reclamou do politicamente correto quando se tornou incoveniente pra ele.  Tampouco foi engraçado. Quando Grande Otelo chamou Mussum de mussum, havia uma cumplicidade tácita entre eles e uma consciência de que um não estava ofendendo ao outro, coisa que não existe entre Danilo Gentili e as pessoas que se sentiram ofendidas com a comparação com King Kong. Também não é o caso da gente ficar descendo a lenha no Danilo. Ele se defendendo consegue se queimar mais ainda.

Tirinha excelente de um cara branco: Arnaldo Branco!

Tirinha excelente de um cara branco: Arnaldo Branco!

Hélio de la Peña, integrante negro do Casseta e Planeta, que era quem devia estar “queimado” (sem trocadilhos), foi quem botou uma pá de cal (sem trocadilhos) no assunto: ” Processo é bobagem. Danilo não apontou o dedo na cara de nenhum preto e disse “olha aqui, seu macaco.” Ele fez uma piada, quem não gostou expôs sua opinião. Eu não gostei. E só.”

PS: Thiago Maciel Oliveira também cita Borat nos comentários de um outro texto sobre o assunto no blog de Túlio Vianna

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: